Projetos culturais são organismos

14/2/2014

O financiamento estatal de projetos é uma das bases da política cultural brasileira. Independente da área de atuação, seja nas artes ou no desenvolvimento de propostas sociais, as dificuldades para implantar sistemas sustentáveis de negócios no meio cultural são conhecidas e um dos grandes desafios na hora de estruturar uma proposta é que ela sobreviva à intervenção estatal.

Os pesquisadores André Martinez, Minom Pinho, Claudia Taddei e Daniela De Rogatis começaram em 2010 a desenvolver uma teoria onde o projeto passa a ser concebido como um organismo vivo. Para ampliar conceitos como Economia Criativa e Economia Verde, trouxeram à tona a dinergia, proposta desenvolvida por György Doczi, onde padrões são criados pela união dos opostos, fazendo-os convergir de forma harmônica.

Clique aqui para ler a matéria completa em Cultura e Mercado.

Please reload

CATEGORIAS
Please reload

TAGS

© 2018 Laboratório Sociocriativo